Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A mãe imperfeita

Porque a maternidade é difícil. E as mães precisam de rir.

A mãe imperfeita

Porque a maternidade é difícil. E as mães precisam de rir.

27
Fev20

CHEGOU!

4.jpg

 

Linda e maravilhosa, desta vez com capa mate e dois capítulos extra, a segunda edição do livro “Os 10 mandamentos de uma mãe imperfeita” está, a partir de hoje, à venda no site da editora (http://egoeditora.com) e, a partir de dia 17 de Março, nas livrarias habituais.

 

O prefácio mantém-se igual (e em muito bom) e é da autoria do Guilherme Duarte, do blogue “Por Falar Noutra Coisa”, mas os capítulos passaram a treze. São eles:

 

1. Discorde da expressão estado de graça (dedicado à gravidez);

2. Mate os unicórnios do parto (porque parir é lindo, não é?);

3. Passe o puerpério em modo sobrevivência (alguém vos disse que podia ser muito difícil chegar a casa com um bebé nos braços?);

4. Fuja dos fundamentalismos (Mamas, papas caseiras, BLW, rear facing forever… Todo um mundo deles!);

5. Perca a paciência e assuma que está cansada;

6. Divirta-se nos grupos de mães;

7. Vire as costas à competição (dedicado à célebre frase “o meu filho é melhor que o teu”);

8. Aceite o caos;

9. Tenha saudades da vida pré-maternidade;

10. Abrace a imperfeição;

11. Nunca diga “desta birra não beberei”;

12. Peça sempre o currículo (ou como temos que aprender a fugir dos parasitas);

 

Extra - Os filhos imperfeitos (capítulo dedicado aos filhos que são diferentes daquilo que imaginámos)

 

 

Se por acaso estão grávidas, são recém-mães ou têm uma amiga nessa situação, podem acreditar que este é o presente ideal para elas. Escrevi com humor mas com muita verdade tudo aquilo que gostava que alguém me tivesse dito quando engravidei pela primeira vez.

 

Ah, o preço do livro mantém-se (13.90€).

 

Espero que gostem. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.