Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A mãe imperfeita

Era uma vez uma mãe que estava tão cansada de ouvir histórias cor-de-rosa sobre a maternidade que decidiu criar um blogue e contar as verdades todas. Agora aguentem-na.

A mãe imperfeita

Era uma vez uma mãe que estava tão cansada de ouvir histórias cor-de-rosa sobre a maternidade que decidiu criar um blogue e contar as verdades todas. Agora aguentem-na.

01
Out18

Grupos de mães no Facebook #21

Eva.jpg

 

 

A esta hora a única introdução que consigo fazer é citar o grande Emanuel, eterno rei do pimba, e dizer com alegria "vamos a elas rapaziada".

 

1. Meninas, preciso desesperadamente de ajuda. Ofereceram-me um espanta-espíritos que coloquei no berço da minha filha e começo a ficar assustada porque aquilo está sempre a abanar e a tocar. O que acham que devo fazer? Tenho tanto medo destas coisas...

Oh amiga eu compreendo-te, confesso que também sou uma maricas do pior com as correntes de ar. Sabes que eu dantes até nem era nada assim mas depois o puto mais velho saiu-me uma flor de estufa do pior, sempre com tosses e febres altas e não sei quê. Uma chatice é o que te digo. Agora olha, agasalho-o sempre muito bem agasalhadinho não vá o diabo tecê-las. O diabo ou outra entidade divina qualquer que eu não sou especialista assim nessa coisa dos anjos caídos e não sei bem qual é que opera em cada ramo. Mas a Alexandra Solnado sabe. Se calhar devias telefonar-lhe. Aproveitavas e assim como quem não quer a coisa perguntavas sobre isso do pendurico que abana e toca.

 

2. Olá a todas as futuras mamãs aqui do grupo. Tenho estado a pensar se haverá alguma alternativa mais ecológica às cuecas descartáveis que é suposto levarmos para a maternidade. Alguém conhece alguma coisa?

Opá, assim mesmo, mesmo ecológico podes sempre usar duas folhas de parreira... Parece que foi o modelo que Eva usou quando pariu Caim e Abel e diz que não se deu nada mal. Agora a sério, tens noção da estupidez desta pergunta? É que há uma óptima alternativa muito mais ecológica que as cuecas descartáveis; chamam-se cuecas normais e têm a grande vantagem de ser reutilizáveis. Basta lavá-las e ficam prontinhas para usar outra vez. Isto realmente eu às vezes lembro-me de merdas que só visto...

 

3. Ai mamãs, não sei o que se passa comigo mas tenho dias em que parece que embirro com tudo o que o meu marido faz. Quando depois caio em mim vejo que ele tem razão mas na altura parece que não consigo evitar...

E? Deves ter a mania que és muito especial tu. Só isso explica fazeres uma publicação destas como se fosse uma grande coisa...Todas temos dias assim mulher. E às vezes esses dias pegam uns nos outros e transformam-se em fases. Semanas inteiras em que até o respirar dos desgraçados nos irrita. E o que é que eles fizeram para merecer isso? Sei lá eu. Se calhar limitaram-se a existir. Sossega que depois o período aparece-te e isso passa.

 

4. Meninas, como é que fazem para estimular os vossos bebecas de um mês?

Normalmente faço primeiro um bocadinho de massagem na barriga e depois introduzo a pontinha da cânula do bebégel e vou fazendo movimentos circulares no sentido dos ponteiros do relógio. Páro quando percebo que ele já está aliviado.

(Deixem os putos de um mês em paz mulheres. Eles precisam é de comer e dormir. E parem de lhes chamar bebecas. Qual enjoo.)

 

5. Ajudem-me aqui por favor que não estou preparada para isto... O meu filho de treze anos pediu-me preservativos. O que é que faço?

Oh querida, lamento dizer-te isto mas vais mesmo ter que te sentar com ele e ter uma conversa de mãe para filho onde lhe expliques, com carinho e disponibilidade, que já não tem idade para andar por aí a atirar balões de água às pessoas. Além do mais nem sequer estamos no Carnaval portanto é uma ideia duplamente estúpida. Ele que se "desimagine" disso e pronto. Brinque antes com a Playstation ou assim.

 

6. Mamãs, alguém por aí que me possa explicar como é que os miúdos fazem agora as contas de dividir? Queria perceber o processo para poder ajudar o meu M. com os trabalhos de casa...

Oh mulher, então tu não sabes que tivemos todas filhos há pouco tempo? Vá lá ainda sabermos as tabuadas do 2 do 5 e do 10. Isso e o nosso nome completo. Contas de dividir com mais de dois digitos só com recurso à calculadora do telemóvel. Temos pena.

 

E agora queria muito perguntar uma coisa... Há malta do Brasil desse lado? É que queria fazer uma edição dedicada aos grupos de mães brasileiros (que dão mil a zero aos tugas) mas só faz sentido se estiver alguém aí.

 

E pronto, chichi e cama.

 

*Imagem roubada do Google

3 comentários

Comentar post